Você sabe qual é a relevância do Stock Keeping Unit

Você sabe qual é a relevância do Stock Keeping Unit para o seu estoque?

O conceito de Stock Keeping Unit é amplamente utilizado na otimização organizacional dos estoques e dos processos logísticos dos mais diversos perfis de empresas.

Garantir uma logística eficiente é um dos pontos cruciais para que um negócio seja bem organizado e, consequentemente, tenha uma boa capacidade de crescimento e geração de lucros. 

A organização do estoque está entre os itens mais importantes desse desafio, por isso o emprego do SKU pode ser determinante para os gestores!

Descubra, a seguir, o que significa esse conceito, como ele é aplicado na prática, qual a sua importância, principais benefícios, bem como, as melhores práticas para aplicá-lo na sua empresa. Continue a leitura!

O que é Stock Keeping Unit?

Em tradução livre, Stock Keeping Unit significa Unidade de Manutenção de Estoque, um termo que diz respeito ao controle e organização integral dos estoques nas empresas.  

Agregando mais praticidade para a logística, o SKU consiste em um código que identifica cada produto disponível em estoque, responsável por separar cada item com base em suas quantidades, principais características e variações.

Sua composição é alfanumérica e geralmente conta com informações como a descrição do produto, dados da embalagem, variação de cores, informações do fabricante e garantia. 

O Stock Keeping Unit pode ser utilizado em praticamente qualquer operação logística que exija um bom controle de estoque, sendo amplamente empregado em lojas físicas, e-commerces, redes e centrais de negócios

Por ter a finalidade de identificar determinados itens, muitas vezes o SKU é confundido como uma alternativa ao código de barras, mas eles não desempenham a mesma função! 

Enquanto os códigos exigem o uso de leitores eletrônicos e são comuns para qualquer empresa, o SKU é exclusivo na organização de cada negócio e pode ser identificado por uma simples leitura lógica. Descubra, no item seguinte, como é a sua representação prática. 

Como é a sua representação?

Com a ideia do que é Stock Keeping Unit clara, confira alguns exemplos básicos de sua representação!

Para entendê-los, basta considerar que o primeiro bloco diz respeito à marca, o segundo ao produto, o terceiro ao tamanho e o quarto à sua cor.   

Se tomarmos como exemplo o SKU “DUD-CM-04-AM”, podemos concluir que os dados informados são (considerando que já existe conhecimento prévio do gestor sobre as marcas e características disponíveis em estoque):

  • Marca: Dudalina
  • Produto: camisa
  • Tamanho: 04
  • Cor: amarela. 

Em qualquer exemplo, a lógica utilizada é a mesma. No caso de “CAL-JN-44-PR”, os dados são os seguintes:

  • Marca: Calvin Klein
  • Produto: jeans
  • Tamanho: 44
  • Cor: preta. 

Com base nesses dois casos, fica claro como o uso do Stock Keeping Unit é simples e facilmente aplicável em qualquer negócio! 

Confira, no próximo item, qual a importância e os benefícios de um SKU eficiente nas empresas.

Planilha controle de entradas e saídas

Qual a importância do SKU?

O uso do Stock Keeping Unit serve, basicamente, para o controle do estoque mínimo e máximo, para especificar cada produto, indicando suas diversas variações e para otimizar a logística, facilitando a localização dos itens. 

Além dessa função de identificação no varejo tradicional, o SKU também é importante para redes ou centrais de negócios. Isso porque, possibilita o uso de um único estoque bem administrado entre diversas unidades de uma mesma bandeira. 

Entre os principais benefícios da sua utilização, podemos destacar que o código: 

  • Evita erros de controle, identificação e localização, principalmente em grandes estoques
  • Facilita a organização geral dos itens armazenados
  • Torna mais rápida e fácil a localização dos produtos
  • Favorece a atuação das equipes logísticas em grandes estoques, que demandam a organização de um extenso volume de informações
  • Podem ser interpretados de maneira lógica, dispensando o uso de equipamentos específicos para a sua leitura
  • Eles podem ser estendidos, permitindo que a empresa cresça e continue adotando o mesmo padrão
  • Melhora a comunicação interna para organização no varejo.

Para que essas vantagens sejam possíveis, porém, é preciso evitar alguns erros comuns relacionados ao uso do Stock Keeping Unit. 

O primeiro deles é ligado à já mencionada confusão com o código de barras: suas funções são distintas e não substituem umas às outras!

Outra falha que não é rara, principalmente entre quem não tem experiência com o SKU e está iniciando a sua implementação, é atribuí-lo a mais de um produto diferente ou mesmo a diferentes modelos de um mesmo item.

Além de evitar essas questões, algumas práticas podem ser adotadas para que os benefícios do Stock Keeping Unit sejam sempre relevantes. Saiba mais sobre elas no item seguinte.

Como manter um uso eficiente do SKU?

A primeira dica para que o SKU seja realmente eficiente e benéfico aos negócios é evitar a inserção de muitos dados no mesmo código. 

Preze apenas por aqueles dados imprescindíveis ao dia a dia, já que o excesso de informações pode causar dificuldades entre quem lida com o estoque. 

Códigos curtos geralmente são os mais eficientes. Deixe as informações adicionais para a descrição dos produtos, fazendo com que o SKU informe apenas o que é fundamental ao cotidiano. 

Outro ponto fundamental é prezar pela lógica na criação dos códigos, para que eles sejam decifrados com facilidade durante as operações no estoque. 

Ao invés de criar nomenclaturas próprias, por exemplo, para cada categoria de produtos, marcas ou modelos, utilize suas iniciais e uma lógica de organização que faça sentido para quem eventualmente precisar interpretá-la.

Por fim, lembre-se que é justamente o SKU que diferencia as variações entre cada item, por isso, cada produto específico deve ter o seu próprio código. 

Se dois itens armazenados são exatamente do mesmo modelo, mas possuem apenas uma pequena variação de medida ou cor, é preciso que cada um conte com um código próprio, já que mesmo diferenças sutis precisam ser descritas no controle de vendas

E você, já conhecia o conceito de Stock Keeping Unit e toda a sua importância? Se ficou com alguma dúvida sobre o assunto, entre em contato conosco! 

Se desejar, clique abaixo e faça o download gratuito da planilha que elaboramos para você manter o controle de todas as entradas e saídas da sua loja!

Planilha controle de entradas e saídas

Leave a Reply