Saiba como funciona a Curva ABC dentro da Plataforma Área Central

Saiba como funciona a Curva ABC dentro da Plataforma Área Central

Uma empresa capaz de manter um bom controle de estoque certamente terá uma gestão mais eficiente e, consequentemente, melhor lucratividade em suas vendas! Entre as ferramentas mais importantes nessa área, está a curva ABC

A técnica, que é amplamente utilizada nos mais diversos perfis de negócios, consiste em uma categorização de produtos de acordo com a sua relevância, permitindo uma melhor visão e tomada de decisão sobre suas saídas e aquisições. 

Entenda, a seguir, qual é o conceito de curva ABC, como a sua classificação é feita, qual a importância dos dados obtidos através dela e como ela pode ser trabalhada dentro da Plataforma da Área Central. Continue a leitura!

O que é curva ABC?

A curva ABC é uma das técnicas mais conhecidas no mundo para a organização e controle de estoques. 

Seu objetivo é estabelecer uma classificação própria para todos os produtos que fazem parte do estoque de determinada empresa, considerando a sua relevância para o negócio todo. 

A lista pode ser organizada a partir dos preços de custo, que destaca os itens de maior valor no estoque, ou ainda por valor de venda, que aponta quais são aqueles produtos que mais geram receita. 

Em poucas palavras, a curva ABC é um método de categorização responsável por deixar claro quais são os produtos estocados mais relevantes para determinado negócio! 

O conceito pode ainda ser aplicado para avaliar outros indicadores, como as relações de negócios junto a fornecedores e parceiros comerciais. 

O método com que essa classificação é feita é muito simples: basta distribuir os itens em três categorias, comumente chamadas de curvas, em que a curva A representa os de maior retorno, a B os de médio retorno e a C os que trazem menores ganhos.

Confira o que considerar e como inserir cada produto em cada categoria:

Curva A

Para determinar quais são os produtos mais importantes para a empresa e que, consequentemente, farão parte da Curva A, é utilizada a fórmula de seleção 80-20. 

Esse método se baseia na seleção de 20% do total dos produtos em estoque, que juntos devem corresponder a 80% do total das vendas. 

Basicamente é na categoria A, da curva ABC, que poucos produtos geram grande parte dos lucros.

Curva B

Os produtos que são considerados de média importância para o negócio correspondem a 30% do total do estoque, que deve equivaler a 15% do faturamento total.

Curva C 

A curva C é aquela que contém os produtos de menor relevância para o negócio. A diferença entre ela e as categorias mencionadas anteriormente é marcante: são 50% dos itens que equivalem a apenas 5% de todo o faturamento! 

Muitos acreditam que, devido à baixa relevância, os produtos da curva C deveriam ser retirados do mix do negócio, mas é importante ressaltar que sua manutenção aumenta a estabilidade do negócio e o tíquete médio dos clientes. 

Por que essa categorização é importante?

Por que essa categorização é importante?

Por meio da curva ABC, os itens são separados de acordo com a sua demanda e relevância perante os consumidores. Isso garante que o controle interno de aquisições para o estoque tenha um melhor direcionamento. 

Com essa ferramenta, os gestores podem priorizar aqueles produtos que geram mais faturamento para o negócio, evitando investimentos equivocados em itens de saída mais demorada, que apresentam maior dificuldade para a recuperação de capital. 

Ao identificar os produtos da curva A, que possuem uma demanda melhor, as empresas podem garantir uma reposição mais rápida e melhor planejada para os mesmos. 

No mesmo sentido, aqueles itens que apresentam uma saída ruim podem receber melhor atenção, seja por meio de um novo planejamento de preços ou mesmo em promoções para evitar que eles fiquem ociosos no estoque. 

De maneira resumida, esse tipo de análise evita erros comuns, como a organização de estoque com poucas unidades dos produtos mais vendidos e abarrotado com os itens que vendem pouco. 

Como pode ser trabalhada a curva ABC dentro da Plataforma da Área Central?

Curva ABC de associados

A Plataforma Inteligente da Área Central tem foco na atuação de redes associativas, centrais de compras e departamentos de compras. 

Dentre os diversos recursos oferecidos pelo sistema, que possibilitam um controle integral dos processos internos em um único ambiente eletrônico, está o módulo de curva ABC. 

Com base nos dados cadastrados, o software desenvolve um ranqueamento dos produtos vendidos de acordo com o volume de conversões dentro do período escolhido pelos gestores. 

Muito além dos itens que precisam ser mais comprados para compor o estoque, o sistema também monitora quais são os fornecedores e os associados mais ativos. 

Dessa maneira, é possível identificar quais são os parceiros mais relevantes e quais são as novas oportunidades de negócio. 

Por meio desses dados, os gestores podem avaliar, por exemplo, qual fornecedor é muito relevante, porém ainda não é um parceiro, para que ele possa vir a se tornar um!

Já para os associados, é possível estabelecer comparativos, identificando quais ações fazem com que um associado compre muito enquanto outro compre menos, possibilitando que essas condições se igualem e todos sejam alavancados. 

Mais que uma importante ferramenta de organização e gerenciamento, a Plataforma da Área Central é também um recurso para a identificação de novas oportunidades de negócio e de escolha dos fornecedores mais relevantes. 

Você já conhecia a curva ABC e sua importância? Se ficou com alguma dúvida sobre o assunto, entre em contato conosco! Se desejar, clique abaixo e solicite uma demonstração gratuita da Plataforma Área Central!

Solicitar demonstração gratuita