Você sabe qual é a relação entre a Teoria da Dependência de Recursos e as parcerias nas redes e centrais?

Você sabe qual é a relação entre a Teoria da Dependência de Recursos e as parcerias nas redes e centrais?

O trabalho desenvolvido nas redes e centrais de negócios é focado em oportunizar maior poder de barganha com os fornecedores e assim oferecer preços mais competitivos ao mercado.

Diante dessa prática, empresas associadas a estes modelos de negócios ganham mais notoriedade e podem adotar outras estratégias e ações que também podem contribuir para alavancar os negócios, indo muito além das compras em conjunto.

Nesse sentido, você sabe qual é a relação entre essa parceria cooperativista e a Teoria da Dependência de Recursos? Neste conteúdo iremos apresentar o conceito dela, como ela funciona e como ela se relaciona com esse modelo de negócio. Continue a leitura!

O que é a Teoria da Dependência de Recursos (TDR)?

Se você tem uma empresa e conta com fornecedores para efetuar o abastecimento dos seus produtos, então de certa forma você faz uso da Teoria da Dependência de Recursos (TDR).

Ela basicamente tem por intuito falar sobre a importância de estabelecer parcerias com outros agentes do mercado para ter acesso a produtos e insumos que ela não tem internamente ou que estão escassos. Ela leva em consideração a relação entre a organização e o ambiente no qual ela se insere e a dependência criada entre eles.

De acordo com Jordan Lewis, em seu livro Alianças Estratégicas: estruturando e administrando parcerias para o aumento da lucratividade, a Teoria da Dependência de Recursos (TDR) parte da noção de que as organizações necessitam interagir com outros agentes do mercado para ter acesso a recursos que não estão disponíveis internamente ou que são escassos. Em outras palavras, toda organização precisa se relacionar com outros atores para reduzir a sua dependência a recursos escassos. 

Qual o seu objetivo?

Em um estudo apresentado no V Congresso Brasileiro de Estudos Organizacionais intitulado Organizações Como Objeto De Análise: Um Ensaio Teórico Sob Novas As Perspectivas Da Visão Baseada Em Recursos, Dependência De Recursos, Nova Economia Institucional E Sociologia Econômica, dos autores Clarissa Dourado Freire e Mário Sacomano Neto, é mencionado que o objetivo da TDR é compreender a interdependência organizacional derivada da busca por recursos para sobrevivência da firma, observando qual a intensidade da influência do ambiente. 

Qual a relação da TDR com as parcerias nas redes e centrais?

Qual a relação da TDR com as parcerias nas redes e centrais?

No livro Redes, Alianças e Parcerias: ferramentas e práticas para a gestão da cooperação empresarial o Prof. Dr. Douglas Wegner comenta que quanto maior for a necessidade da empresa de depender de outros agentes para continuar funcionando, mais vulnerável ela estará em relação ao ambiente externo. Mas, claro, isso não é um ponto negativo, já que o professor esclarece que […] nenhuma organização é completamente autônoma em termos de recursos, obrigando-a a se relacionar com agentes que possam prover esses recursos.

Essa é uma realidade enfrentada por qualquer negócio. Independente do segmento precisamos de parcerias e fornecedores sólidos para que consigamos suprir todas as demandas internas e assim entregar ao mercado produtos de qualidade.

Nesse sentido, é possível transformar essa fragilidade que o professor pontua no livro em uma vantagem competitiva. Uma forma de fazer isso é criar parcerias por meio das redes e centrais de negócios.

O professor ainda menciona no livro que na perspectiva da TDR, a formação de alianças e parcerias pode ser uma estratégia eficiente para possibilitar às empresas o acesso a recursos que outros agentes controlam e dos quais elas dependem para competir.

Outro ponto é que essa cooperação estabelecida não só permite o acesso a esses insumos e recursos, como também oportuniza o desenvolvimento em conjunto de novos recursos.

Isso está totalmente relacionado com algumas tendências e oportunidades que já falamos em outros conteúdos do blog e que podem ser praticadas dentro das redes e centrais. São vastas as possibilidades que essa parceria, através deste modelo de negócio, proporciona.

A TDR vem nos mostrar que dependemos de outros agentes do mercado para continuarmos atuando em nossos segmentos, mas o associativismo empresarial desenvolvido nas redes e centrais nos mostra que é possível ir além e transformar essa conexão em algo maior do que preços competitivos.

E então?

Você viu que apresentamos o que é a Teoria da Dependência de Recursos, qual o seu objetivo e sua relação com as parcerias estabelecidas dentro das redes e centrais de negócios.

É uma teoria que nos mostra não só a relevância dos agentes do ambiente, como também, a necessidade de encontrar alianças que possam ser estabelecidas e que tragam mais tranquilidade e assertividade quanto a essa dependência que falamos ao longo do conteúdo.

Existem negócios que dependem em maior e menor grau de fornecedores, mas todos acabam por precisar lidar com essas questões de aquisição de recursos para manter a produção e demais atividades dentro do planejado.

Quanto a relação da teoria com as redes e centrais, entendemos que esse modelo de negócio é um caminho interessante e que pode viabilizar novas negociações, estratégias, recursos e insights para sua empresa de forma eficaz e segura.

A única questão importante é analisar muito bem os parceiros, para que todos sejam beneficiados por esta aliança.

Se você ficou com alguma dúvida sobre o assunto, entre em contato conosco!

Leave a Reply