Produtividade no trabalho: 4 hábitos que afetam o desempenho

Produtividade no trabalho: 4 hábitos que afetam o desempenho

Garantir o melhor padrão de produtividade no trabalho é o principal objetivo de qualquer gestor. 

Para que isso seja possível, é preciso conhecer quais são os hábitos que afetam o rendimento dos profissionais e fazer com que eles sejam abandonados, sem que isso afete a relação entre a empresa e seus colaboradores. 

A seguir, confira quais são os 4 comportamentos que mais prejudicam a produtividade no trabalho e como agir para eliminá-los do seu negócio! 

1 Não engajar todos em prol da produtividade no trabalho

Garantir mais produtividade no trabalho é uma tarefa que não depende apenas de policiamento individual. 

O comprometimento coletivo é imprescindível para um ambiente mais focado e livre de problemas que prejudiquem o rendimento diário. 

Para fazer com que o espaço de trabalho seja positivo, estimulante e produtivo, é preciso que todos sejam capazes de abrir mão de alguns hábitos que afetem as suas atividades laborais e as de seus colegas. 

Mesmo sem perceber, muitos profissionais estão sujeitos a esses pequenos costumes que acabam freando seu desempenho e, consequentemente, os resultados de toda a sua equipe. 

As atitudes referidas serão mencionadas nos próximos itens, mas é preciso ter em mente que eliminá-las dificilmente será eficiente caso isso seja feito apenas em nível pessoal – e não como uma prática comum a todos.

Nesse sentido, os gestores precisam deixar claro quais são os objetivos da empresa, os resultados desejados para as tarefas desempenhadas e o tipo de ambiente que desejam construir junto à equipe. 

Uma abordagem muito restritiva, com horários apertados para pausas, proibição de celulares ou excessivamente formal não é a resposta para obter esse tipo de engajamento, pois isso compromete o estímulo profissional. 

Manter um ambiente muito permissivo, porém, livre de padrões, obrigações e organização, também faz com que o foco seja perdido e os rendimentos não sejam os esperados – é preciso ter equilíbrio e franqueza sobre essa questão! 

Acima de tudo, é preciso deixar claro quais são os pontos que afetam a produtividade no trabalho, demonstrar a importância de abandoná-los e fazer com que isso seja um compromisso cobrado por todos. 

Nos próximos itens, confira algumas das práticas mais comuns que devem ser evitadas, sempre de maneira engajada e coletiva!

2 Permitir o excesso de distrações no ambiente

Excesso de distrações no ambiente

Na hora de abordar os profissionais de uma empresa para rever certos hábitos e garantir mais produtividade no trabalho, o item mais importante a ser observado devem ser as distrações do dia a dia. 

Conforme mencionamos, não é certo e nem eficiente proibir totalmente questões como o uso da internet ou a interação entre os colegas, mas algumas restrições básicas podem ser adotadas sem que o ambiente fique negativo.

De acordo com uma pesquisa divulgada pela Revista Exame, 17% dos recrutadores apontaram que colegas de trabalho muito barulhentos afetam a produtividade no trabalho, enquanto outros 27% apontaram as conversas e 37% fofocas. 

Para driblar essa questão e criar um ambiente de trabalho mais silencioso sem que os colaboradores se sintam muito restringidos, é necessário não só abordar a questão com clareza, como também oferecer um pressuposto que solucione esse comportamento. 

Fazer com que as pausas para alimentação sejam maiores, criar ambientes de confraternização e promover eventos entre a equipe é uma boa maneira de manter todos unidos e satisfeitos sem abrir mão de um ambiente silencioso e tranquilo. 

No mesmo sentido, 44% dos empregadores apontaram o uso da internet e 52% deles os aplicativos de mensagem como maiores fontes de distração – portanto é preciso intervir para que seu uso seja menor, mas não totalmente restrito. 

Em muitas funções, o uso da internet ou de aplicativos como o WhatsApp é necessário para a realização do trabalho, por isso uma orientação franca e convincente novamente é a melhor solução nesses casos. 

Lembre-se que garantir um ambiente livre de distrações é imprescindível para a produtividade no trabalho, mas só se ele for positivo e capaz de engajar a todos! 

3 Ignorar questões de bem-estar e saúde dos colaboradores

É impossível que uma empresa cobre pela produtividade no trabalho sem que ofereça as melhores condições de saúde, segurança e bem-estar aos seus funcionários. 

Desde simples insatisfações, até eventuais problemas de saúde, traumas psicológicos ou até disfunções de sono precisam ser detectados e acompanhados de perto pelos tomadores de decisão, que muitas vezes precisam agir e orientar seus colaboradores. 

Muito além de prover as condições para que cada indivíduo cuide de si e sinta-se bem onde trabalha, os gestores também precisam ter tato para observar cada colaborador e identificar eventuais problemas, encaminhando-os para a solução mais adequada. 

Mais que investir no conforto e na ergonomia do ambiente, também é importante fornecer cuidados básicos, como convênios com planos de saúde e academias, além de ações como ginástica laboral e semana interna de prevenção de acidentes.

Procure manter um canal aberto de comunicação em relação a essas questões, para que os profissionais saibam que podem recorrer à empresa para sanar seus problemas. 

Ao adotar esse compromisso, o negócio não só desempenha um papel mais humano junto de seus funcionários, como também evita acidentes, doenças e eventuais afastamentos com elevados custos, e aumenta o grau de satisfação e produtividade no trabalho!

4 Ser incapaz de tomar decisões ou delegar funções

Incapaz de tomar decisões ou delegar funções

O volume de tempo empregado para a tomada de uma decisão é inversamente proporcional à produtividade no trabalho do responsável por ela. 

Enquanto gestor, ter dificuldades para que uma decisão seja tomada significa consumir muito tempo e energia de toda a equipe sem que nenhum objetivo seja cumprido com eficiência.

Já para os profissionais não tomadores de decisão, é a falta de autonomia para determinar certas questões que prejudica o bom andamento e a sua produtividade no trabalho.  

Para evitar esses problemas, é preciso delegar funções claras, dando capacidade para que certos funcionários decidam sobre determinados assuntos. 

Os gestores, por sua vez, para que sejam mais ágeis nesse sentido, precisam se apoiar de meios inteligentes na hora de tomar suas decisões, como é o caso das plataformas integradas de gestão.  

Por meio desse tipo de tecnologia, é possível ter acesso em tempo real a relatórios e dados sobre a organização, que oferecem um meio prático e intuitivo de compreender a sua realidade. 

Com uma base de dados segura, é possível tomar decisões rápidas com base em informações estratégicas e garantir maior participação de todos os envolvidos no processo de maneira totalmente integrada. 

Se você ficou com alguma dúvida sobre o assunto, entre em contato conosco! Se desejar, clique abaixo e faça o download do Kit de Gestão que elaboramos para contribuir no dia a dia do seu negócio!

Download Kit Fundamental de Gestão