Joint Business Plan

Joint Business Plan: saiba o que é e sua importância nas redes e centrais!

O foco no sucesso conjunto e no cumprimento de metas coletivas é imprescindível para qualquer relação comercial interdependente, principalmente em modelos como redes e centrais de negócios. 

Para que isso seja possível, o conceito de Joint Business Plan tem se tornado cada vez mais comum entre as empresas, pois permite um planejamento conjunto para as ações que serão desempenhadas coletivamente no mercado! 

A seguir, entenda o significado deste conceito, quais são os seus benefícios, principais etapas de execução, além dos erros mais comuns cometidos pelos gestores durante a sua implementação. Continue a leitura!

Descubra o que significa Joint Business Plan e quais os seus principais benefícios

Indispensável para o planejamento anual de qualquer rede ou franquia, Joint Business Plan é um modelo de plano de negócios que prevê compromissos conjuntos para todos os responsáveis pelo sucesso das operações. 

Nele, fornecedores e lojistas também devem assumir as responsabilidades previstas no planejamento do negócio, sendo responsáveis mútuos pelo desempenho previsto em seus segmentos de atuação. 

Trata-se de um plano que prevê exatamente quais as ações deverão ser feitas ao longo do ano, seu modo de implementação, o período de tempo em que serão implementadas, seus responsáveis e os recursos financeiros necessários. 

Durante o desenvolvimento do Joint Business Plan, assim como em outros métodos de planejamento, também são estipulados os meios de acompanhamento das metas estipuladas, bem como o controle dos resultados. 

Ao alinhar as necessidades e metas de todos os envolvidos na cadeia produtiva e comercial, esse tipo de plano melhora as relações entre seus agentes, garantindo uma abordagem mais aberta e completa sobre as ações estipuladas.

Mais que melhorar o desempenho no mercado e garantir uma visão mais ampla de suas nuances, a confiança entre centrais, filiais, membros de redes, fornecedores e demais envolvidos é fortalecida, favorecendo seus ganhos mútuos.  

Entenda quais são as etapas mais importantes para o seu desenvolvimento

Etapas importantes para o desenvolvimento

O primeiro passo para que o Joint Business Plan seja desenvolvido com sucesso é que todos os negócios envolvidos nele compartilhem seus interesses e suas metas, estabelecendo objetivos e estratégias capazes de promover ganhos conjuntos. 

A meta mais importante, para garantir o engajamento de todos, é que os resultados buscados no plano sejam de interesse para todos, de forma que cada agente se dedique para que ele seja executado da maneira prevista.

Veja quais são os passos mais importantes para que o Joint Business Plan seja desenvolvido com eficiência: 

Faça um levantamento individual de dados

Antes de mais nada, é preciso compreender quais são as condições internas e externas das empresas envolvidas no desenvolvimento do plano, para que seu desenvolvimento realmente esteja alinhado com essas demandas.

Sendo assim, cada agente envolvido nele deve fazer um levantamento prévio de dados, considerando questões como o cenário competitivo em que estão inseridos, as peculiaridades de sua categoria de produtos e o comportamento do público-alvo.

Só após essa abordagem primária, em que as demandas individuais são postas sob a mesa, é possível determinar quais são os pontos comuns de interesse entre cada negócio!

Crie um plano conjunto de ações

Com as metas e visões próprias de cada empresa bem definidas, descritas e expostas para o entendimento de todos, é chegado o momento em que os parceiros têm conhecimentos suficientes para criar um planejamento conjunto. 

Ao contrário do tópico anterior, em que as empresas desenvolviam o plano individualmente, nessa etapa é necessário que seus profissionais se reúnam e estabeleçam as ações e objetivos que serão seguidos por ambos. 

Estabeleça quais atividades serão desenvolvidas por cada parte

Além de definir quais serão os compromissos conjuntos entre os parceiros envolvidos na cadeia comercial, é preciso também determinar responsabilidades individuais para a realização de ações que terão impacto sobre o todo. 

Cada empresa deve compartilhar os seus dados, realizar pesquisas de mercado, assumir compromissos quanto à sua cadeia de suprimentos e realizar investimentos internos que, consequentemente, também irão otimizar os resultados alheios. 

Em poucas palavras, para que a abordagem coletiva do Joint Business Plan seja bem-sucedida, é preciso também garantir o sucesso das atividades realizadas em nível individual! 

Determine líderes e responsáveis gerais pela execução do planejamento

Determine líderes e responsáveis gerais

Entre todos os aspectos previstos no planejamento, um dos mais importantes é determinar quem serão os responsáveis por garantir a sua correta execução. 

Cada empresa deve ter responsáveis próprios, que compartilharão a missão de monitorar o andamento do Joint Business Plan e garantir que ele seja seguido corretamente nos negócios em que estão inseridos. 

As atividades desses responsáveis devem ser consideradas tanto individualmente, no ambiente interno das empresas, quanto coletivamente, em reuniões periódicas para a verificação da correta execução e eventuais adequações do que foi planejado. 

Emita relatórios periódicos de desempenho

Uma boa técnica para acompanhar o sucesso do Joint Business Plan é por meio de relatórios de desempenho. 

O método One Page Report é amplamente indicado para gerenciamentos complexos como esse, já que reúne todos os indicadores relevantes em apenas uma página. 

Nele, são apontados os recursos e seus requisitos, o andamento dos cronogramas, as metas que já foram atingidas, o desempenho das equipes envolvidas entre outras informações. 

Independentemente do modelo de relatório adotado pelo seu planejamento, certifique-se de que ele seja claro e esteja disponível para todos!

Confira os erros mais comuns praticados por gestores que adotam esse tipo de planejamento

Um dos maiores erros dos gestores ao desenvolverem um Joint Business Plan é fazerem isso de maneira individual, apenas o compartilhando posteriormente com os demais, ou com foco em uma visão unilateral dos seus negócios. 

Sem levar em consideração as demandas de todos os envolvidos na cadeia comercial, o plano geralmente não conquista o engajamento necessário. Além disso, as necessidades alheias sequer são consideradas, fazendo que seu sentido seja perdido. 

Outra falha é pensar apenas no curto prazo, sem levar em consideração que verdadeiras transformações são feitas em períodos maiores que um ano. 

Por fim, é preciso evitar também que as atividades determinadas no plano sejam feitas como simples obrigações, de maneira automática pelos negócios. 

Para evitar isso, é preciso analisar os resultados obtidos por todos os associados, propondo eventuais mudanças e adequações que realmente impactem os ganhos coletivos! 

E você, já sabia o significado de Joint Business Plan? Se você ficou com alguma dúvida sobre o assunto, entre em contato conosco! Se desejar, clique abaixo e faça o download gratuito do nosso infográfico sobre os 6 fatores para o fracasso no varejo!

Download Infográfico 6 fatores de fracasso no varejo!

Leave a Reply