Fatores que prejudicam o trabalho interno nas centrais de negócios

Fatores que prejudicam o trabalho interno nas centrais de negócios

Quando determinadas empresas se organizam em centrais de negócios, inúmeros benefícios podem ser agregados em termos de rentabilidade, networking e fortalecimento de marca.

Para que isso seja possível, os gestores precisam conhecer as peculiaridades desse tipo de organização. É preciso adaptar-se às mudanças que elas impõem na realidade dos negócios e alinhar-se com equilíbrio às suas próprias demandas e as de seus parceiros.

A seguir, confira os fatores que mais prejudicam as centrais de negócios. Descubra quais os cuidados necessários para evitá-los, garantindo mais organização e lucros para todos que fazem parte delas!

Quais fatores mais prejudicam as centrais de negócios?

Os fatores que normalmente prejudicam as centrais de negócios podem ser tanto internos quanto externos. Mas, os melhores meios de evitar todos eles estão ligados aos conhecimentos, ao comprometimento e à capacidade de gestão de seus responsáveis.

Confira quais são as situações que podem impedir ou até reverter o crescimento das centrais de negócios. Veja como agir para que elas não ocorram:

Falta de metas e planejamento

Quando o gestor responsável por toda uma central de negócios atua sem uma visão clara de onde as empresas envolvidas querem chegar, suas atividades serão apenas parte de uma rotina. É comum que os negócios não saiam do lugar.

Com a falta de clareza sobre as futuras metas dos associados, não só a boa organização é comprometida. Um outro exemplo é o poder de barganha com fornecedores, justamente pela inexistência de perspectivas que o parceiro em questão terá!

Além disso, sem o planejamento adequado, é impossível controlar os pedidos e demandas dos associados. Não há como detectar novas oportunidades para central e até possíveis gargalos em sua gestão. 

Até em cenários positivos, em que o número de associados e vendas está aumentando, é preciso ter em mente que a complexidade do gerenciamento também crescerá, exigindo ainda mais conhecimentos de gestão e capacidade de se organizar.

Associados pouco engajados

Sem que exista engajamento em prol de um objetivo comum entre os associados, dificilmente as metas estabelecidas para as centrais de negócios serão atingidas.

É fato que nem todos são obrigados a se engajar profundamente nos mínimos detalhes da organização . Mas existem obrigações e decisões que precisam ser praticadas com seriedade por todos.

Na busca de novos parceiros ou no seu cotidiano, as centrais de negócios precisam certificar-se de que os envolvidos não estejam apenas interessados em seus benefícios. É preciso que eles também estejam preocupados com o seu crescimento coletivo.

Sendo assim, certifique-se de que todos estejam cumprindo as suas metas. Veja se estão acompanhando os resultados da central. Se analisam cada aspecto das decisões tomadas e se estão comprometidos com o desempenho de todos no mercado.

Você pode ler mais sobre as ações de cooperação mútua em sua rede ou central neste texto: 6 elementos da cooperação fundamentais na sua rede ou central

Legislação tributária confusa

Entre todos os desafios enfrentados pelas centrais de negócios, é preciso ter atenção especial ao planejamento contábil. Também é preciso garantir pleno alinhamento às exigências legais, principalmente em termos tributários, que no Brasil são extremamente confusos.

Além dos impostos que precisam ser pagos em diferentes instâncias, gerando altos gastos em áreas sem isenção, os estados e municípios também possuem autonomia nessas decisões, fazendo com que os gastos variem conforme a região.

Esse fator também pode gerar confusões quando os associados pertencem a cidades diferentes, já que não existe uma legislação específica para as centrais de negócios e cada caso varia de acordo com a sua especificidade.

Entre os tributos federais, estão os impostos sobre importação e exportação, sobre produtos industrializados, entre outros semelhantes. Para o estado são mais comuns impostos como o ICMS e PTBI.

Nos municípios, é preciso considerar Imposto sobre Serviço de Qualquer Natureza. Contribuições e taxas também não podem ser ignoradas, como INSS, FGTS, Cofins, taxas portuárias ou de classificação, entre outras.

Não ter uma base de dados estratégicos

Depois de definir metas, determinar os melhores meios para alcançá-las, garantir um bom planejamento tributário e engajar todos os associados em prol dos objetivos da central, é preciso certificar-se de que existem registros sobre tudo o que foi feito.

Mais que os registros das transações e o histórico de todas as atividades já realizadas, as centrais de negócios precisam de informações completas. Um fluxo de informações constantes ajuda a detectar problemas, otimizar processos e conferir o cumprimento de suas metas.

Informações sobre concorrentes, pesquisas de mercado, acompanhamento de fornecedores, fóruns de discussão, análises de resultados anteriores, históricos de gestão e indicadores de qualidade são apenas alguns dos cuidados nesse sentido.

Cada vez mais complexos, os negócios exigem soluções otimizadas para que todos esses aspectos sejam contemplados. O foco é uma gestão de maneira rápida, compartilhada e realista.

É justamente por isso que a tecnologia e a inteligência de dados é cada vez mais aplicada pelas centrais de negócios. Por meio de aplicativos de gestão esses processos Saiba mais sobre eles no próximo item!

Plataforma Redes e Centrais de negócios
Você pode conferir outras dicas importantes sobre as principais dificuldades de uma rede ou central neste vídeo. Clique aqui.

Como uma plataforma integrada evita esse tipo de problema?

Para evitar todos os problemas que mencionamos anteriormente também é importante que tecnologias de gestão e controle sejam adotadas. Elas facilitam algumas atividades e otimizam os resultados das centrais.

Com abrangência nas áreas logística, administrativa e financeira, os módulos para centrais de negócios permitem o acompanhamento integral. Todas as movimentações realizadas pela rede recebem controle muito mais centralizado e eficiente.

Neles, as compras são integradas, permitindo que toda a negociação com os fornecedores e o monitoramento das remessas seja simplificado e livre de erros.

Compatível com diversos canais, esse tipo de tecnologia é utilizado pelas empresas em centrais de negócios para trocar mensagens, compartilhar arquivos, agendas de compromissos, opiniões em fóruns de discussão e reuniões remotas.

Acompanhar em tempo real as compras feitas pelos associados, coletar informações sobre cada empresa e sobre o histórico de toda a central, além de contar com uma base fiel de apoio para a tomada de decisões são apenas algumas das vantagens.

Quer descobrir como implantar esse tipo de sistema? Desfrutar da melhor tecnologia para centrais de negócios? Se ver livre de todos os problemas que mencionamos ao longo do artigo? Então acesse o site da Área Central e fale conosco!

kit de gestao centrais de negocios

Leave a Reply